Blog

Vai botar o bloco na rua? Então, não esqueça do seu pet

  1. 28 Jan 2016
  2. 359
Vai botar o bloco na rua? Então, não esqueça do seu pet

Bem! Vamos caminhando para mais um Carnaval, tempo de muita folia e alegria. Certo? Nem tanto, para muitos animais de estimação, pois os dias de Momo nem sempre são bons. Levantamentos feitos por ONGs cariocas e paulistas protetoras dos animais revelam que neste período os casos de abandono sofrem um aumento de cerca de 70% na comparação com outros períodos do ano. 

Isso acontece por que os tutores querem viajar para curtir a folia, mas não têm com quem deixar seus animais de estimação. Se você está pensando em colocar o seu bloco na rua, aqui vão algumas dicas para não deixar seu pet "sem bloco e sem dono".

Na folia com seu pet 

Esta não é bem uma dica, mas o melhor de tudo é fazer a festa ao lado do seu companheiro. No Rio de Janeiro, a opção é o Blocão, que já sai há 14 anos. O bloco dos pets costuma desfilar na orla da praia de Copacabana. Ou seja, dá para se divertir lado a lado com o seu animal. Basta preparar a fantasia do seu "amigão"!

Busque um hotel

Se você não tem com quem deixar o seu animal, a melhor solução é buscar uma boa hospedagem para ele ficar durante sua ausência neste período de Carnaval. Não esqueça de visitar o lugar, conhecer a estrutura oferecida, observar a higiene e pegar referência com outras pessoas que já hospedaram seus animais no local. 

Uma boa ideia é buscar hotéis que ofereçam algum tipo de entretenimento para o seu pet também se divertir. No caso dos gatos, busque um local que seja especializado, pois estes animais costumam ficar estressados diante da presença de outros animais, sobretudo, os cães.

Serviço de acompanhante

No mercado, você encontra profissionais especializados em fazer este tipo de serviço. São os chamados petsitter, que vão cuidar da alimentação, da higiene, da troca de água e do passeio do animal. Normalmente, a pessoa visita o animal uma ou duas vezes por dia. 

Se não encontrar nenhum petsitter disponível, recorra à ajuda de um parente ou de um amigo. Para evitar que o animal fique triste pela sua ausência, não se esqueça de deixar disponíveis os brinquedos dele. Pronto! Assim você pode curtir o seu Carnaval sabendo que o seu animal de estimação está em boas mãos.

Deixe um Comentário