Blog

Onde levar o seu pet na hora do cuidado médico-veterinário

  1. 21 Jan 2016
  2. 350
Onde levar o seu pet na hora do cuidado médico-veterinário

Hora de sufoco com o seu pet. Uma doença, um acidente ou uma emergência qualquer. Onde levar o seu animal de estimação para fazer um diagnóstico, ter os primeiros socorros ou iniciar um tratamento? Ou mesmo para aquela visita rotineira para fazer uma vacinação? 

Existem no mercado hospitais, clínicas, consultórios e ambulatórios veterinários. Uma norma, que completou no dia 15 de janeiro, conceitua e estabelece condições para o funcionamento de estabelecimentos médicos veterinários. Para você que tem pet em casa, é bom saber quais são as diferenças entre eles. Com certeza, isso vai ajudar você a levar o seu animal no lugar certo para ter o cuidado médico-veterinário. Confira o perfil de cada serviço abaixo:

Hospitais veterinários

• São os estabelecimentos que possuem a maior estrutura física e de equipamentos, devido a maior complexidade e diversidade dos serviços oferecidos.

• Devem funcionar 24 horas, com presença permanente de médicos veterinários, disponibilizando serviços de assistência médico-veterinária integral aos animais. Compreendem as áreas de clínica médica, clínica cirúrgica, setor de internação, análises clínicas laboratoriais e diagnóstico por imagem. 

• Para o atendimento clínico, é necessária sala de recepção e consultórios. Para o atendimento cirúrgico, sala de preparo dos animais para os procedimentos; sala de antissepsia e paramentação da equipe cirúrgica; sala de lavagem e esterilização de materiais; unidade de recuperação anestésica; e sala cirúrgica com equipamentos necessários para anestesia e monitoramento do paciente durante o procedimento.

• A internação dos animais é feita em acomodações individuais, compatíveis com as diferentes espécies, devidamente limpas e higienizadas. Existe ainda um local específico e isolado para os animais portadores de doenças infectocontagiosas.

• Os hospitais devem contar também com instalações para os serviços de lavanderia, preparo de alimentação para os animais, depósito, almoxarifado, copa/cozinha, vestiário, sanitários e sala de descanso para os funcionários.

Clínicas veterinárias

• São estabelecimentos que realizam a clínica médica, podendo ter ou não o atendimento cirúrgico. 

• O horário de atendimento pode ser em período restrito ou integral, de 24 horas.

• É necessária a presença de médicos veterinários durante todo o período de funcionamento.  

• Quando a clínica veterinária realizar cirurgias, é necessário haver uma estrutura de bloco cirúrgico, com sala de antissepsia e paramentação da equipe cirúrgica; sala de lavagem e esterilização de materiais; unidade de recuperação anestésica; e sala cirúrgica com equipamentos necessários para anestesia e monitoramento do paciente durante o procedimento.

Consultórios e ambulatórios veterinários

• São os estabelecimentos que prestam serviços de baixa complexidade, restringindo-se à realização de consultas, vacinações, curativos e aplicação de medicação. 

• Esses procedimentos devem ser realizados em salas com estrutura física e equipamentos necessários ao exame clínico dos animais.

Transporte e remoção de animais e ambulâncias veterinárias

• Os estabelecimentos veterinários podem dispor de veículos para o transporte, remoção e aplicação de primeiros socorros aos animais.

• Os veículos de transporte e remoção são utilizados unicamente para a remoção de animais que não necessitem de atendimento de urgência ou emergência.

• As ambulâncias veterinárias devem possuir equipamentos que permitam a contenção e a imobilização; o monitoramento de sinais vitais; e a aplicação de medicação de suporte e oxigênio ao animal. 

• Tudo deve ser feito sob o acompanhamento de um médico veterinário.

Deixe um Comentário

Curta nossa página

Posts Recentes